quarta-feira, 3 de julho de 2013

E vocês sabiam em quem VOTAR?


Esta crise política é tão insólita e cómica que o gozo é fácil. Rio, rio, para não chorar! 
A realidade é que a situação do país é grave, muito preocupante e sem nenhuma solução à vista. A verdade é que as eleições perfilam-se como a melhor solução possível. Pese embora, se tivéssemos alguém com credibilidade e competência em Belém, que apresentasse um governo composto por competentes dos maiores partidos também seria uma solução aceitável, porque ao contrário dos outros países do Sul da Europa, o povo Português é muito permissivo. No entanto, essa situação presidencialo vai acontecer.
Como defendo as eleições sei em quem votar? Não, não faço a menor ideia. O Seguro é um Passos ou um Portas, basicamente tudo igual, uns mais para a esquerda (poucochinho), outros para a direita. O Jerónimo já deveria estar reformado. O Bloco tem dois líderes, ficavam os dois Primeiro-Ministro? Estava a tentar não dizer nenhum piadola, mas não consegui!
O descrédito nos nossos políticos é enorme. A razão é simples, todos eles prometem mundos e fundos durante as campanhas. As promessas são feitas aos Fracos (Povo) e aos Fortes (a quem financia os partidos). Quando chegam ao Governo mais não fazem do que defender os interesses dos fortes (bancos, lobbies e mais alguém) e as nossas (povo) são sempre esquecidas. Por tudo isto, não sei em quem votar... Que vou votar isso tenho a certeza! Mas o que vou fazer no dia de eleições, ainda não sei! 
E, vocês digam lá se as eleições fossem hoje, sabiam em quem votar? Não, não quero saber a pessoa é só se já têm isso decidido!

5 comentários:

  1. Quem tem condições, não quer.
    Quem não se importava, anda já em bicos de pés.

    Já agora, não é seguro que Seguro seja candidato.
    Há surpresas para todos os gostos...

    Foi um prazer estrear-me, aqui.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso era uma excelente surpresa!
      Es sempre bem-vindo!

      Eliminar
  2. No ponto em que as coisas estão...em ninguém...acho até que nunca mais voto. Já votei e se arrependimento matasse eu já tinha morrido.

    jinhosssss

    ResponderEliminar
  3. Em branco. Iria e irei votar branco. Recuso-me a eleger qualquer um que esteja na AR. Tudo farinha do mesmo saco, tudo a querer ir ao pote.

    ResponderEliminar

Deitem cá para fora as vossas opiniões!!